9 bebidas que você precisa provar na Espanha

É verdade que eu sempreeeee escrevo sobre doces, salgados e pratos típicos da culinária espanhola. Porque né gente, amo comer e não nego (cês sabem).

 

 

 

Outro dia, provando uma sangria em Torremolinos (Málaga) pensei: Ué, a galera que segue meu blog precisa conhecer o que a gente toma do lado de cá.

Assim como a gastronomia espanhola tem suas peculiaridades de uma região para outra, o mesmo acontece quando se trata das bebidas típicas de cada lugar. Hoje, te apresento algumas delas.

1.  Sangria (uma das minhas preferidas)

A Sangria tem cara de verão, mas a verdade é que ela acaba sendo uma bebida bem versátil e perdura o ano inteiro.

Feita a base de vinho, ela vai acompanhada de frutas picadas, açúcar, canela e as vezes, algum licor ou refrigerante ( de laranja ou limão). Ela é bem suave e refrescante. Por ser “docinha” a gente acaba tomando uma jarra inteira sem se dar conta. 

Sangria combina mesmo é com sol, praia e verão.

 

2. Tinto de verano

O próprio nome já nos dá uma pista. O tinto de verano é uma bebida feita a base de vinho e refrigerante, muito popular durante os meses mais quentes do ano.

Tanto é que ele deve ser servido com umas pedrinhas de gelo. Igualmente como a sangria, o tinto de verano “desce suave”. Por isso, beba com moderação! 🙂

Tinto de verano

 

3. Sidra

No Brasil não é muito comum tomar sidra, aliás, durante as festas natalinas e réveillon é possível que agente abra uma garrafa.

Aqui na Espanha, a sidra é uma bebida bem apreciada, principalmente, se ela foi elaborada na região de Asturias. Tem como base suco de maçã e um jeito todo especial de pedir no norte do país.

Soa como uma bebida cara, mas uma garrafa de sidra pode custar em média 3€ (cerca de R$12,00) e normalmente nos bares e restaurantes não se pede um “copo de sidra” e sim a garrafa toda. 

Sidra asturiana

 

4. Vino (Vinho)

Para os amantes de vinhos, saiba que a Espanha não deixa a desejar. Inclusive, possui um dos melhores vinhos produzidos no mundo: O AurumRed, o vinho mais caro do mundo (custa 340.000€). 

Mas, como meros mortais nós também temos ótimas opções para provar. Cada região da Espanha possui seu próprio vinho e isso se deve a variação climática do país. O preço é bem relativo, mas podemos encontrar bosn vinhos com custo acessivel, inclusive, nos supermercados.

Vinho tinto e o pãozinho para acompanhar

 

5. Cava

A Cava é um vinho espumoso fabricado na região de Catalunha, mas muito popular em toda a Espanha. Ele é feito à base de uvas e a variedade existente entre essa bebida dependerá do nível de açúcar.

Cava catalã

 

6. Orujo

Essa bebida é tomada depois de come e os espanhóis afirmam que ela ajuda na digestão. O orujo nasceu no norte do país, mas hoje é famoso em todo território espanhol.

É uma bebida destilada a base de uva, servida em pequenas doses e com vários sabores:blanco, aromatizado, añejo (quando passam mais de 1 ano em barril), etc.

Orujo, bebida servida após as refeições.

 

7. Horchata

A Horchata é uma bebida tipicamente valenciana e muito apreciada durante o verão. Ela é preparada com água, açúcar e chufas (um tubérculo) e vai acompanhada de fartóns ( uma espécie de pão doce).

Horchata. bebida típica de Valência.

 

8. Granizado

Se é tipicamente espanhola eu não sei, mas ja tomei isso em uma praia brasileira. O Granizado é uma bebida feita com gelo triturado, suco de laranja ou calda de sabores variados (tipo aquelas que vão por cima do sorvete).

Vários sabores de granizado

 

9. Risol

Essa bebida é uma mistura louca e vem lá de Jaén, sul da Espanha. Ela é preparada com café, açúcar, canela, cachaça e pétalas de rosa. 

Risol de Canena, bebida tipicamente rural de Jaén

 

Tomar algo na Espanha surpreende qualquer turista. Existe várias maneiras de tomar café e um jeito todo especial de pedir uma cerveja. 

Espero que vocês gostem! 🙂


Se inscreva no blog e receba diretamente no seu email todas as nossas  novidades. Para entrar em contato, utilize o formulário abaixo.

Saludos!!

 

 

Taiana Jimenez

Sou brasileira, residente e apaixonada pela Espanha. Amante de viagens e da cultura espanhola, compartilho com vocês minha experiência e as melhores dicas para quem deseja morar, estudar ou turistar pela terra de Cervantes!