Como morar na Espanha ?

 

Morar no exterior tem sido o plano B de muitos brasileiros que estão cansados do custo de vida alto e da violência que vem assombrando o Brasil nos últimos anos.

A Espanha sempre esteve na rota de brasileiros, tanto é, que em qualquer parte do país você encontrará um conterrâneo ou até mesmo um “cantinho do Brasil”.

No entanto, na hora de colocar o planejamento em prática surgem um sem-fim de dúvidas, principalmente, relacionadas em como concretizar esse objetivo.

Como morar na Espanha? O que eu preciso para isso? Que documentos necessito? Essa e muitas outras perguntas, respondidas no post de hoje! 🙂

De que maneira posso morar na Espanha ?

De antemão tenho que ser sincera com você e te dizer que não é um processo relativamente fácil, ainda mais para quem não possui nacionalidade espanhola ou europeia.

Existem diversas formas de morar na Espanha, cada uma delas exige um perfil que você precisa cumprir antes de solicitar o visto. Vejamos cada caso.

1. Para quem tem nacionalidade espanhola

Quem possui a dupla nacionalidade (brasileira e espanhola) tem meio caminho andado. Já que não será necessário a realização de trâmites burocráticos relacionados com o visto de residência.

No entanto, ao chegar o país é necessário seguir alguns passos básicos, como a realização do empadronamiento e a solicitação da carteira de assistência pública de saúde.

2. Para familiares de espanhóis

Aqueles que possuam vínculos com familiares que tenham a nacionalidade espanhola também poderão morar na Espanha com ele. Porém, para realizar o processo de reagrupação familiar é necessário cumprir com os requisitos exigidos pelo governo. Não é um procedimento difícil, mas reunir toda a papelada necessária requer tempo e dinheiro.

Após realizar o trâmite na Espanha, o familiar receberá sua autorização para morar e (na maioria dos casos) trabalhar na Espanha.

A duração do visto inicial é de dois anos, sendo renovado por outro de 5 anos e posteriormente pelo visto de 10 anos. Não obstante, nesse tempo morando na Espanha é possível solicitar a nacionalidade do país.

3. Para quem possua nacionalidade europeia

Outro ponto a favor para quem possui a dupla nacionalidade de algum país que pertence a EU é que também é possível morar e trabalhar na Espanha sem tanta burocracia.

Entretanto, é necessário cumprir com algumas exigências, como por exemplo: Ter recursos suficientes para seu sustento no país, ter um contrato de trabalho ou ser trabalhador por conta própria.

No caso de estudantes também é preciso comprovar recursos econômicos para seu sustento e ter um seguro de assistência médica.

Familiares de cidadãos europeus também podem morar e trabalhar na Espanha, no entanto, o processo é um pouco mais burocrático, sendo necessário apresentar os documentos pedidos no visto de “reagrupação familiar”.

Os países contemplados com esse acordo, são os seguintes: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslovênia, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Letônia, Lituana, Luxemburgo, Malta, Polônia, Portugal, República Checa, Republica Eslováquia, România e Suécia. Também poderão solicitar residência na Espanha nacionais da Noruega, Islândia, Suíça e Liechtenstein.

4. Sendo Estudante

O visto de estudos é outro meio de morar e trabalhar na Espanha, sendo uma das vias mais fáceis de entrar no país para quem não possui nacionalidade europeia.

O visto de estudos na Espanha permite trabalhar algumas horas semanais e pode ser renovado. Esse é o tempo perfeito para quem busca formação acadêmica e novos contatos profissionais para o futuro. Nós já escrevemos sobre ele e como solicita-lo, veja: Veja como ter uma Autorização para Estudar na Espanha

5. Conseguindo um trabalho

Outra forma de morar na Espanha é conseguindo um contrato de trabalho, mas acontece que isso é algo bem difícil de acontecer nos tempos de hoje.

O visto de trabalho permite você morar na Espanha e também levar a família, porém é um processo bastante burocrático, já que a empresa precisa solicitar seu visto ainda no Brasil e apresentando “n” documentos.

Mas, como diz aquele velho ditado: “nada é impossível”, você pode conferir as vagas em aberto nesses sites de emprego que comentamos nesse post. Como trabalhar legalmente na Espanha ?

6. Sendo empreendendor 

Cair de paraquedas na Espanha e encontrar um trabalho logo de cara não é muito fácil, mas para quem tem aquela veia de empreendedor, o país conta com um visto muito legal para quem quer ser seu próprio chefe.

Ao contrário do que muitos pensam, você não precisa comprovar rios de dinheiro, mas já te adianto que paciência não pode faltar.Para saber mais detalhes, leia esse texto que preparamos sobre  Abrir uma empresa na Espanha sendo estrangeiro.

7. Aposentado ou simplesmente em “Ano sabático”

Aposentou ou estar passando por uma “vibe” de desapego da vida que está levando? A Espanha te espera! Através do visto de residência não lucrativa você pode morar na Espanha e ainda trazer seus familiares.

Assim como a maioria dos outros vistos de residência, ele precisa ser previamente solicitado no consulado espanhol no Brasil, sendo acompanhado da documentação necessária. Já demos mais detalhes do que é necessário e como proceder, veja Visto para aposentados brasileiros residirem na Espanha

Outros pontos a ter em conta

Sim, é verdade que a parte mais complicada está relacionada com a burocracia para morar na Espanha, mas você precisa também levar em consideração outros pontos não menos importantes, como por exemplo, o custo de vida da localidade que vai residir, moradia, supermercado, etc.

Agora que você já sabe como morar na Espanha, te convido a ler os conteúdos relacionados com esse tema, na nossa seção Vistos para morar na Espanha

E já sabe, aterrissou no país…me chama para tomar um café! 🙂


Se inscreva no blog e receba diretamente no seu email todas as nossas  novidades. Para entrar em contato, utilize o formulário abaixo.

Saludos!!

Taiana Jimenez

Sou brasileira, residente e apaixonada pela Espanha. Amante de viagens e da cultura espanhola, compartilho com vocês minha experiência e as melhores dicas para quem deseja morar, estudar ou turistar pela terra de Cervantes!