Estudar na Espanha: da transferência escolar à Universidade.

(texto atualizado em 27/01/19)

Foi-se o tempo que estudar em outro país, principalmente no continente Europeu, era algo restrito apenas aos que possuiam uma condição financeira alta.

Menos mal que outros tempos chegaram e hoje em dia, pensar em realizar parte dos estudos no exterior já não é algo surrealista.

Recebo todos os dias uma chuva de emails de pessoas querendo estudar aqui na Espanha, mas que não sabem bem por onde começar. Por isso, no texto de hoje te explico detalhadamente os principais passos a seguir.

1. Transferência Escolar para a Espanha

Imigrar com filhos em idade escolar para a Espanha gera muitas dúvidas sobre o processo de matricula e integração educacional em um novo país.

Diferentemente do Brasil, aqui na Espanha o aluno é matriculado no ano escolar de acordo com a sua idade, ainda que você apresente a documentação escolar anterior (como histórico, por exemplo).

Normalmente, as escolas públicas (do ensino infantil ao ensino médio)  solicitam os seguintes documentos para que o aluno possa efetivar sua matricula:

  • Certidão de Nascimento do menor ( legalizada e traduzida).
  • Passaporte do menor e também dos pais e/ou responsaveis.
  • Certificado de Empadronamiento (documento que é obtido na prefeituda da cidade na Espanha).
  • Certificado de revisão médica ( principalmente para menores de 12 anos).

Lembrando que solicitar mais ou menos documentos muda de uma comunidade autônoma espanhola para outra. No entanto, saiba que a educação pública é obrigatória a partir dos seis até os dezesseis anos de idade,independente da situação legal do menor na Espanha.

Reuni três textos importantes para você que tem filho em idade escolar:

2. Bolsa de estudos na Espanha

Acredite ou não, essa é a forma mais fácil de estudantes estrangeiros (que não possuam nacionalidade europeia ou recursos financeiros ) estudarem na Espanha.

Atualmente, existem diversos programas e convênios entre as Universidades Espanholas e Brasileiras, que possibilitam o intercâmbio de alunos por meio de bolsas de estudos, quase sempre  gratuitas. 

3. Acesso a Universidade espanhola sendo brasileiro

Para ingressar em uma Universidade da Espanha sendo brasileiro existe basicamente três caminhos a seguir, sendo eles:

  • Vestibular (Selectividad)

Para ingressar como novo aluno em uma Universidade Espanhola, é preciso antes realizar a Homologaçao do Ensino Médio feito no Brasil.

Após isso, o próximo passo é seguir a orientação de acesso elaborado por cada Instituição.  Normalmente as Universidades exigem que além do Bachillerato (Ensino médio) validado na Espanha, o aluno apresente também um certificado emitido pela UNED (Universidad Nacional de Educación a Distancia).

O procedimento é bem simples: Você vai precisar preencher seus dados no site oficial da UNED, escanear a documentação solicitada, realizar o pagamento da taxa e aguardar um parecer.

No certificado constará sua “nota de acesso” equivalente ao vestibular da Espanha, que pode ser ou não suficiente para entrar no curso desejado.  Em virtude disso, a UNED também oferece a PCE (Pruebas de Competencias Especificas), um exame de disciplinas a escolher, que são  somadas a sua nota final.

Com o resultado em mãos, basta apenas esperar  a convocatória da Universidade e realizar a pré-inscrição no curso desejado. Se você for aceito, o seguinte passo a realizar  será efetivar a matricula, e claro, celebrar! 🙂

** Vale lembrar que cada Universidade  estabelece os requisitos e critérios de acesso, por isso, não esqueça de ler atentamente os editais e informações disponibilizados no site delas.

  • Transferência curso superior

Quem já começou a graduação no Brasil e quer terminar aqui na Espanha  existe a possbilidade de realizar a transferência.Para isso, é preciso verificar a documentação, requisitos e prazos estabelecidos pela Universidade. 

Geralmente, eles exigem um mínimo e um máximo de tempo cursado para você poder dar seguimento nos estudos. Por exemplo, se falta apenas um ano para você finalizar sua graduação no Brasil,  a Universidade Espanhola provavelmente não aceitará sua transferência.

  • Acesso através de Curso Profissionalizante

Pouco conhecido entre brasileiros, ingressar em uma Universidade através de uma FP (Formación Profesional)  é vantagem na certa.

Primeiro porque você já tem um diploma bastante cobiçado na Espanha e segundo por dar acesso direto a Universidade, sem a necessidade de passar por um vestibular. ** você pode encontrar mais informações na nossa seção “Estudar na Espanha”.

 

A Universidade é pública, mas não é gratuita!

Outro ponto mega importante que você precisa saber, é que a Universidade pública na Espanha é paga. Sei, é meio contraditório, mas é como funcionam as coisas por aqui. Cada curso tem um valor especifico, que muda de uma instituição para outra.

O pagamento pode ser parcelado e também financiado pelo Governo Espanhol através das Becas (Bolsas de estudos). 

Cabe lembrar que  brasileiros precisam solicitar uma autorização prévia para morar na Espanha, já seja ela por estudos ou outra via, principalmente para poder ter acesso ao sistema educacional superior. 

Ficou com dúvidas? Entra em contato comigo que te dou uma mãozinha 🙂 Se você gostou desse texto não deixe de compartilhar nas suas redes sociais! 😀
Boa viagem, navegantes!


Se inscreva no blog e receba diretamente no seu email todas as nossas  novidades. Para entrar em contato, utilize o formulário abaixo.

Saludos!!

 

 

 

Taiana Jimenez

Sou brasileira, residente e apaixonada pela Espanha. Amante de viagens e da cultura espanhola, compartilho com vocês minha experiência e as melhores dicas para quem deseja morar, estudar ou turistar pela terra de Cervantes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *