Salário minimo na Espanha

(texto atualizado em 31/01/19)

Desde que comecei o blog, em 2015, o número de e-mails e mensagens que chegam até mim, só  cresce. Aproveito para dizer que é humanamente impossivel responder a cada um de vocês, mas eu juro que tento :).

É cada vez maior a porcentagem de brasileiros que desejam fazer as malas e tentar a vida aqui na Espanha. Longe do que muitos possam imaginar, o mercado de trabalho espanhol não é um dos melhores a nivel europeu e por conta disso muita gente precisa fazer malabarismo para equilibrar o orçamento pessoal ou familiar.

Quando se ganha na Espanha ?

Para o ano de 2019, o Governo Espanhol acrescentou a subida de 23,3% no salário minimo, que agora passa a ser de 900,00 €  euros mensais, estabelecendo o maior aumento em quatro decadas. 

A remuneração paga na Espanha dependerá de muitos fatores, principalmente, do seu perfil profissional e da sua jornada de trabalho.

A flexibilidade contratual talvez seja o grande entrave para a mão de obra espanhola, já que existe uma certa instabilidade por conta de contratos temporários e pela jornada laboral oferecida, quase sempre reduzida.

A média salarial na Espanha gira em torno de 1.600€ euros bruto mensal, segundo o último estudo realizado pela Adecco. Isso quer dizer que por aqui  ganhamos 36% menos que os alemães e 27% menos que um francês.

Diferentemente de outros países, a maioria das empresas espanholas concedem um pagamento extra do salário. Ou seja, no Brasil recebemos o 13º no final do ano, enquanto que na Espanha além disso, também os trabalhadores são beneficiados com o 14º pagamento.

Isso acontece porque a empresa dividi o pagamento total do seu salário em catorze parcelas, mas também existem outras companhias que optam em realiza-lo em apenas 12 vezes.

Homens ganham mais que mulheres!

Segundo as últimas análises realizadas pelo Instituto Nacional de Estatística da Espanha (INE) a brecha salarial entre homens e mulheres chega a ser de 28,7%.

O dado é ainda mais alarmante nas comunidades autônomas de Astúrias e Navarra, aonde a diferença chega a ser de 41,6%.

Basicamente, o estudo elaborado indica que anualmente os homens ganham em média 25.924€ enquanto que as mulheres alcançam apenas 20.131€.

Salário mínimo x custo de vida

É verdade que muitos trabalhadores na Espanha ganham apenas (ou em certos casos menos) um salário mínimo. Contudo, existem outros que possuem uma renda superior ou somadas conjuntamente com o ganho familiar conseguem chegar ao fim do mês sem dificuldades.

O custo de vida na Espanha não é um dos mais caros da Europa, mas é preciso te alertar sobre o aumento excessivo da moradia nos últimos anos, principalmente, nas grandes cidades. E claro, que isso vai repercutir no salário recebido ao mês.

Somado a isso é preciso levar em conta gastos básicos, como: alimentação, luz, agua, calefação e transporte público.  Por outro lado, ter acesso a saúde e escola pública de forma gratuita nos proporciona direcionar o salário para outros tipos de gastos.

Por outro lado, ter acesso a saúde e escola pública de forma gratuita nos proporciona direcionar o salário para outros tipos de gastos.

Mesmo apresentando uma subida notável, o salário mínimo está longe de ser o ideal para muitas famílias espanholas e estrangeiras que residem no país.

O custo de vida, ainda acessível, faz da Espanha rota para muitos brasileiros, porém é preciso levar em consideração o salário a receber no país e o controle dos gastos, para que a conta feche no fim do mês.

Não deixe de ler :

Se você gostou desse texto não deixe de compartilhar nas suas redes sociais! 😀
Boa viagem, navegantes! 


Se inscreva no blog e receba diretamente no seu email todas as nossas  novidades. Para entrar em contato, utilize o formulário abaixo.

Saludos!!

Taiana Jimenez

Sou brasileira, residente e apaixonada pela Espanha. Amante de viagens e da cultura espanhola, compartilho com vocês minha experiência e as melhores dicas para quem deseja morar, estudar ou turistar pela terra de Cervantes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *