Arquivo da categoria: BUROCRACIA

Mercado de Trabalho na Espanha para Brasileiros

Acredito que não seja novidade para ninguém que a Espanha ja passa ha muitos anos por uma recessão econômica que atingiu em cheio o mercado de trabalho.

Milhões de espanhois e estrangeiros residentes no país perderam seus empregos e muitos deles tiveram que recorrer a outras nações do bloco europeu para conseguir um trabalho.

Mercado Laboral na Espanha em 2017

O mercado  de trabalho espanhol vem se recuperando aos poucos e a tendência é que o crescimento econômico do país, juntamente com a  geração de novos empregos continue avançando.

Porém, uma das maiores frustrações entre os trabalhadores espanhois e estrangeiros residentes, é a má qualidade dos postos de trabalho e a dificuldade em conseguir um contrato estável.

A maioria dos contratos de trabalho são temporários e a tempo parcial, ou seja, você trabalha por horas, ganha menos e tem data certa para finalizar o emprego.

A taxa de desemprego é maior entre jovens na faixa etária de 16 a 24 anos, pessoas com baixa qualificação educacional e mulheres.

Salário na Espanha

No inicio desse ano o Ministerio do Trabalho Espanhol  fixou o salário mínimo mensal em 707.60€ (euros), um aumento de 8% em relação ao ano de 2016.

  • Salario Mínimo diario: 23,59€
  • Salario Mínimo mensual: 707,60€
  • Salario Mínimo anual: 9.906,40€ (14 pagamentos)

Apesar do acréscimo feito, infelizmente, quando comparamos com outros países do bloco europeu, notamos que o Salário Mínimo na Espanha ainda é relativamente baixo. 

País Salário Minimo/ Mes
Luxemburgo 1.922,96 €
Bélgica 1.501,82 €
Irlanda 1.461,85 €
Holanda 1.501,80 €
França 1.457,52 €
Inglaterra 1.378,87 €
Espanha 756,70 €
Grecia 683,76 €
Portugal 589,17 €
Polonia 409,53 €
Romania 217,50 €
Bulgaria 184,07 €

Nem todos os profissionais ganham apenas o salário mínimo, e a diferença principal estará  no seu curriculum. Ter uma formação educacional, dominio de ao menos dois idiomas e experiência na área, aumentam a possibilidade de conseguir um trabalho que pague relativamente bem e mais estável.

 Meu Curriculum é suficiente?

Buscar um trabalho em outro país não é tarefa fácil e para isso, antes de tudo é necessário  analisar quais possibilidades tem o seu perfil profissional na Espanha.

Saiba Como Validar seu Diploma de Ensino Superior na Espanha

Digo isso, porque o nível de exigência na Espanha é muito maior quando comparado ao Brasil, inclusive para exercer atividades mais básicas. Além de saber o castelhano, a maioria das empresas exigem conhecimentos na lingua inglesa e experiência prévia.

Investir na sua formação nunca será em vão, por isso, se você pretende buscar um trabalho na Espanha, primeiramente analise se você possui as competências exigidas pelo mercado espanhol.

Como Encontrar Trabalho na Espanha?

A primeira coisa a fazer é analisar como esta o mercado de trabalho na sua área, e isso pode ser feito olhando os sites de emprego no país. Neles também é possível você cadastrar o curriculum e se candidatar as ofertas.

apple-1851464_960_720

Hora de buscar um “trampo”

Mesmo com a ajuda da tecnologia na hora de buscar trabalho, nada será mais eficaz do que uma boa rede de contatos. Sabe aquela indicação de um amigo ou familiar? Então, aqui faz toda a diferença. 

Vistos para Trabalhar na Espanha

Caso você possua cidadania espanhola ou de países membros da União europeia você não precisa de visto para trabalhar no país.

Aos demais estrangeiros, é preciso ter uma autorização prévia do governo espanhol para poder residir e entrar no mercado laboral. Sem isso, além de ser praticamente impossível conseguir um emprego, é ilegal.

 

A sensação de que a econômia espanhola vem dando melhoras é realidade, porém ainda é preciso fazer muito para restabelecer setores decisivos para o país, como é o caso do mercado laboral. No mais, seguiremos esperando por dias melhores e como dizem os espanhois: “Ojalá” tudo saia bem.


Gostou desse texto? Não esquece de deixar sua avaliação nas estrelas que aparecem logo no inicio. Se inscreva no blog e receba diretamente no seu email todas as nossas novidades. Para entrar em contato conosco, utilize o formulário abaixo:

Anúncios

O Lado B de Viver Ilegalmente na Espanha: Multa, Detenção e Deportação.

Sempre recebo emails e mensagens de pessoas que desejam conhecer a Espanha e outros de gente que sonha em ficar definitivamente no país (mesmo sem ter pisado nunca aqui), talvez por acreditar que a vida fora do Brasil seja mais fácil. Em vista disso, por razões que não cabem a  julgar, muitos vem parar ao outro lado do oceano sem trabalho, documentação e a mínima idéia do que realmente é viver no exterior. 

Brasileiros podem transitar legalmente pela Espanha por um periodo de noventa dias, tendo a possibilidade de prorrogar essa estadia  por mais noventa dias, desde que seja a turismo e isso significa que você não pode trabalhar no país.

Finalizei Meu Visto de Turismo, o que fazer?

Não cabe dúvidas, que o correto é retonar ao Brasil o quanto antes. E por ter extrapolado o prazo autorizado no país, ao passar no controle de imigração de saída da União Europeia você terá que pagar uma multa por cada dia a mais que ficou na Espanha. O pagamento pode ser realizado no momento, em dinheiro ou cartão de crédito, ou ser quitado no Brasil. Além disso, você não poderá retornar a Espanha em um prazo de seis meses.

Estou Irregular na Espanha, o que pode acontecer?

A vida de um imigrante irregular não e fácil, e além disso outras complicações podem surgir ao longo do caminho: receber uma carta de expulsão do país ou ser  detido em um Centro de Internação para Estrangeiros, são dois dificeis exemplos que podemos citar.

A expulsão express acontece quando você é notificado com uma carta de expulsão do país e (em alguns casos) é retido pela policia por 72horas e a saída é feita diretamente para o aeroporto.

detencion

Imagem ilustrativa 

Na Espanha, existem sete centros de Internação para Estrangeiros Ilegais e anualmente passam por ali mais de sete mil pessoas a espera de uma decisão, que na maioria das vezes termina em deportação. O Governo não considera estes centros parte do Sistema Penitenciário, porém funciona de maneira similar, sendo permitido o máximo de 60 dias de reclusão.

 

Em ambos casos, após a saída do território espanhol a pessoa é proibida de retornar ao país em um prazo de 3 a 5 anos.

Direitos dos Estrangeiros Ilegais na Espanha

Recorrer ajuda de advogados especialista em imigração ou ONGs tem sido a maneira mais buscada por imigrantes que passam por situações citadas acima. Independente da situação legal do estrangeiro ele terá direitos, tais como: A sua integridade física e moral, ser informado o motivo da sua detenção e dos seus direitos, assistência juridica gratuita, assistência médica e educacional para os menores de 18 anos.

Auxilio Para Retornar ao Brasil –  Sendo Ilegal na Espanha

O Governo espanhol presta auxilio financeiro através de um programa social chamado “Retorno Voluntário” que poderá ser solicitado por imigrantes que se encontrem em vulneralidade e não tenham condições econômicas para retonar ao seu país de origem. Entidades como “Cáritas”, por exemplo, trabalham diariamente na gestão desse procedimento.

Auxilio Para Retornar ao Brasil-  Sendo Legal na Espanha

As dificuldades e obstáculos nem sempre aparecem somente para quem vive de forma irregular na Espanha, por isso, algumas ONGs também trabalham em prol de brasileiros e estrangeiros que desejam retornar ao seu pais, ainda que tenham a permissão de residir legalmente no país. A ALCUCO é uma dessas fundações que ajudam financeiramente no retorno proporcionando: Bilhete de avião, assesoria juridica e psicologica, gestão de documentos e um auxilio econômico de 450€ (euros).

avion1

Para receber esta ajuda é necessário apresentar alguns documentos e assinar um termo de “ñão retorno” a Espanha em um prazo de três anos.

Para mais informações: retorno@aculco.org

Possibilidades de Permanecer no País

A Espanha é um dos poucos países que possibilitam a regularização de estrangeiros que estão ilegalmente no seu território, porém é um processo rigoroso e que nem sempre o resultado é favorável. Arraigo Social, Laboral, Matrimônio e Empreendedorismo no país são algumas das maneiras possiveis de regularizar a permissão de residência na Espanha.

bandeira

 

Te Recomendo a ler

Assim como na Espanha existem milhares de imigrantes vivendo de forma irregular, o mesmo passa no Brasil, que  nos últimos anos recebeu muitos espanhóis fugindo da crise econômica. Fato é, que viver  sem ter a permissão de residência no país é dificil para qualquer um, por isso, antes é preciso um minimo de planejamento para que a chance de dar tudo certo seja maior.


Gostou desse texto? Não esquece de deixar sua avaliação nas estrelas que aparecem logo no inicio. Se inscreva no blog e receba diretamente no seu email todas as nossas novidades. Para entrar em contato conosco, utilize o formulário abaixo:

Nacionalidade Espanhola para Brasileiros

Não é novidade para ninguem que ter o “passaporte vermelho” abre um leque de oportunidades mundo à fora, mas principalmente na Europa. Existem diversas formas de obter a cidadania espanhola, e brasileiros também podem adquirir a  dupla nacionalidade  quando cumpram os requisitos exigidos.

Nacionalidade Espanhola por Descendência

Essa é a forma mais fácil de conseguir a nacionalidade espanhola, pois esse direito é repassado  quando o pai ou a mãe tenham nascido na Espanha, ou seja, é passado de pais diretamente para filhos. Nesse caso são considerados “Españoles de Origen”, mas também entram nessa categoria: Filhos de estrangeiros nascidos em território espanhol (apatriados) e menores de 18 anos que tenham sido adotados por um espanhol.

Netos de espanhóis podem conseguir a nacionalidade espanhola antes de completarem os 18 anos, contudo, terão o prazo de três anos para declarar que desejam permanecer com a cidadania do país. Já os netos maiores de idade para conseguirem a nacionalidade espanhola deverão residir legalmente por  pelo menos um ano na Espanha.

Nacionalidade Espanhola para Brasileiros Residentes na Espanha

O Brasil faz parte dos países Íbero-Americanos, o que permite   brasileiros residentes na Espanha solicitarem a nacionalidade espanhola a partir de dois anos de residência legal no país,em casos como:

  • Ser casado com um espanhol (a) – Após residir um ano legalmente na Espanha
  • Ser viúvo de um espanhol (a)
  • Ser neto de espanhóis 

Para outros circustâncias,ao completar o tempo minimo de residência  estipulado pelo governo espanhol, é também possivel adquirir a nacionalidade do país mesmo sem ter qualquer vínculo familiar com cidadões espanhóis.

Nacionalidade Espanhola para Filhos de Brasileiros

Filhos de brasileiros (mãe e pai brasileiros) que tenham nascido em solo espanhol podem obter a nacionalidade espanhola, pois o Brasil não reconhece como brasileiro crianças nascidas no exterior. Para saber detalhadamente sobre esse processo, acesse: Tive um filho na Espanha, ele tem direito a nacionalidade do país?

Requisitos Para Ser Nacionalizado Espanhol

Como em qualquer procedimento burocrático, é necessário portar documentos e condutas que cumpram com as exigências do governo espanhol. De modo geral, para receber a nacionalidade espanhola é obrigatório se enquadrar nos perfis citados acima ou em outros, como por exemplo Nacionalidade Espanhola para Desdecentes Serfadies , não ter antecedentes penais, estar integrado na sociedade, etc.

Novos Requisitos para Obter a Nacionalidade

Cumprir o tempo de residência na Espanha é apenas um dos requisitos para obter a nacionalidade espanhola. Entrou em vigor a normativa que obriga a realização de duas provas de conhecimentos para obter a nacionalidade espanhola: uma é para avaliar seu nivel de espanhol e outra sobre a cultura e costumes da Espanha.


Fonte: Ministerio da Justiça

Gostou desse texto? Não esquece de deixar sua avaliação nas estrelas que aparecem logo no inicio. Se inscreva no blog e receba diretamente no seu email todas as nossas  novidades. Para entrar em contato conosco, utilize o formulário abaixo: